Você sabe qual é a diferença entre risco, problema, incerteza e impacto?

A palavra “risco” deriva do italiano risicare (por sua vez derivado do latim risicu, riscu), que significa “ousar” e nos mostra que o risco é uma opção, e não um destino, ou seja, trata das ações pelas quais ousamos optar. Quando você investe em ações, cirurgiões realizam operações, engenheiros projetam pontes e empresários abrem seus negócios, o risco é um parceiro inevitável. Contudo o risco não precisa ser hoje tão temido: administrá-lo tornou-se sinônimo de desafio e oportunidade.

O risco é constituído pela falta de conhecimento dos eventos futuros, pois nunca dispomos de 100% das informações necessárias para a tomada de decisões, o que caracteriza a incerteza. Se tivermos absoluta certeza, isso não pode ser classificado como risco. É coisa conhecida. Por exemplo, se você se joga do 20º andar de um prédio é certo que não sobreviverá à queda, pois você não sabe voar. Neste caso, não se fala em risco (ou evento de risco), se fala em evento certo!

Os problemas são geralmente certezas bem definidas, que estão acontecendo atualmente no projeto, por isso não há necessidade de se realizar uma avaliação de probabilidade, como seria feito para um risco. Os problemas devem ser tratados. Alguns exemplos de problemas:

  • O financiamento não foi aprovado.
  • Os requisitos não estão claros.

Se os riscos não forem tratados a tempo, podem se tornar problemas. O objetivo do gerenciamento de riscos é estar preparado com planos que tomem conta dos riscos que possam ocorrer.

A incerteza significa probabilidade desconhecida, isto é, algo é incerto quando temos parte da informação. Nossa informação está correta e um fato deixa de ocorrer ou nossa informação é incorreta e um fato ocorre. A total incerteza geralmente nos deixa pouco à vontade; a maioria de nós prefere riscos (conhecidos) a ela.

O impacto é o efeito no projeto se um evento de risco ocorrer. Normalmente é uma grandeza mensurável.

Costuma-se entender “risco” como “algo que pode não dar certo”, mas sua conceituação atual envolve a quantificação e qualificação tanto das “perdas” quanto dos “ganhos” envolvidos em determinado evento.

Exemplo: quando a empresa onde você trabalha é comprada pelo concorrente a manutenção do seu emprego pode ser totalmente incerta, pois você sabe que trabalha bem, no entanto não sabe se esse será um critério para que o mantenham no quadro de funcionários, ou seja, você não tem informação alguma que lhe dê o mínimo de segurança.

 

Quer ter acesso a simulados desenvolvidos especialmente para a prova PMP? Clique aqui e aproveite esta promoção!

Siga a gente nas redes sociais!

 

Facebook: /pmtotal
Instagram: @pm.total
Linkedin: /pmtotal
www.pmtotal.com.br