Certificação PMP é uma maratona ou corrida de 400 metros?

Certificação PMP é uma corrida

Esse artigo é uma contribuição de Alex Brasil da Clarify – Excelência em Cursos de Tecnologia e Gestão.

A preparação para uma certificação internacional como a Project Management Professional (PMP)® exige planejamento e muita dedicação por parte de quem está disposto a conquistar este título.

Podemos comparar o período de planejamento e preparação a uma prova de atletismo como uma corrida. O grande problema é que muitos se enganam e se preparam como se fossem participar de uma longa maratona e quando estão próximos ao exame já estão cansados, sentindo-se pressionados, confusos e muitas vezes desmotivados; e assim muitas vezes, não conseguem concluir a prova, ou seja, obter a certificação.

Sim, podemos fazer uma analogia da preparação para o exame a uma corrida, mas não uma maratona de 40 Km e sim a uma prova de 400 metros, a mais longa das provas de velocidade pura.

A prova de 400 metros é uma prova de nível de dificuldade acentuado, apesar da pequena distância. É impossível uma pessoa correr mais que 30 ou 35 segundos numa velocidade próxima a sua velocidade máxima. Os atletas dos 400 metros precisam saber administrar uma boa velocidade com a resistência em uma volta completa na pista de atletismo.

Devido à distância da prova, o corredor logo após o tiro de largada não acelera com toda sua força e energia – elas podem fazer falta no final da prova.

Portanto a prova não só exige apenas técnica, mas também estratégia para administrá-la bem até a linha de chegada.

Um bom planejamento, assim como na corrida dos 400 metros, pode ajudar na preparação para a certificação PMP. Este plano pode ser descrito em 3 tópicos essenciais:

  • Tempo disponível para estudos:

Para quem pensa na certificação PMP® é fundamental considerar que será necessário um período de tempo para a preparação. Esse tempo pode variar muito de pessoa para pessoa e pode ser de 7 a 60 dias, dependendo muito da qualidade do tempo disponível, ou seja, quanto menor o número de outras interferências, melhor.

Um prazo inferior a 7 dias pode ser arriscado para quem ainda não tem segurança em relação ao estilo do exame, e um período superior a 60 dias, pode tornar a prova uma maratona e o resultado pode não chegar.

Estudando de 2 a 3 horas por dia é possível se preparar muito bem em 60 dias e conseguir a certificação.

  • Orientação e instrução:

Como em uma corrida, é necessário se qualificar da melhor forma possível, conhecer muito bem o exame e todo o caminho a percorrer até ele. Um bom curso preparatório e uma bibliografia de qualidade podem ajudar na redução do tempo de preparação e fornecer a direção para que o esforço de preparação seja direcionado de maneira eficaz. Neste caso, os simulados são essenciais e funcionam como pequenas provas para avaliar a estratégia de exame.

A orientação de quem tem experiência pode ser útil no momento da preparação e direcionamento dos estudos.

  • Tenha metas:

Todo planejamento sem metas e objetivos bem definidos é inútil e pode gerar certa frustração. Estabeleça um plano de estudos com início, meio e fim, onde seja possível estabelecer marcos e avaliar a evolução na preparação. Você pode estar usando sua energia de preparação de forma ineficiente e não estar se qualificando de verdade e quando chegar no exame poderá estar cansado e sem forças.

Reavalie suas metas com frequência e tenha certeza que a preparação realizada é adequada ao tipo de prova que vai correr, digo, ao exame que vai fazer.

E aí, preparado para uma corrida de 400 metros?

Faça download de nosso e-book com os 5 fatores para o sucesso na certificação PMP® e veja como se preparar de forma adequada: http://178.128.190.11/ebook-clarify

Comentários