Aumente sua produtividade com a Técnica Chunking

Neste artigo veremos a Técnica Chunking que é semelhante à Pomodoro, porém não utiliza períodos fixos de tempo, e sim períodos variáveis denominados chunks.

Um chunk de trabalho é qualquer atividade que exija foco e que pode durar entre 10 e 60 minutos. Você escolhe o tempo do chunk de acordo com a tarefa e sua disponibilidade de tempo. Isso traz a flexibilidade também para utilizar espaços curtos de tempo do dia a dia entre atividades.

Assim, a partir da lista de tarefas a serem realizadas você vai estabelecer o tempo que cada uma vai levar. Para tarefas muito demoradas, a boa prática indica que você precisa decompô-la de forma a que não passe de 60 minutos de execução

Por exemplo, você precisa escrever um artigo sobre um determinado tema. Primeiro você fará uma pesquisa sobre o tema, depois fará um roteiro do que irá escrever e depois o escreverá efetivamente. Cada um desses passos pode ser dividido em um chunk.

Para que funcione, a técnica Chunking é composta por 3 itens fundamentais:

  • Um chunk possui início e fim bem definidos
  • Um chunk não podem ser interrompidos
  • Devem existir pausas entre os chunks

Um chunk possui início e fim bem definidos

Como cada chunk servirá para a execução completa de uma tarefa o fim está diretamente ligado à conclusão da tarefa.

Use chunking de períodos maiores (40 a 60 minutos) quando estiver com uma boa energia, motivado e com foco.

Um chunk não pode ser interrompido

Diferente da técnica Pomodoro que possui um controle de interrupções, a técnica Chunking não permite interrupções.

Cada chunk deve ser executado sem nenhum tipo de interrupção, uma vez que essa técnica visa o aumento do foco.

Se a sua tarefa vai durar mais de 60 minutos, é bem possível que ela possa ser decomposta em tarefas menores. Por isso fique atento, divida para conquistar.

Devem existir pausas entre os chunks

Não caia na tentação de sair de um chunk e entrar em outro logo na sequência. Isso até pode funcionar nas primeiras 2 horas, depois disso, você começa a se dispersar e aí dê adeus a concentração do dia.

Ninguém é capaz de manter o foco por um período muito longo de tempo, e a partir do instante em que a perda de foco começa a acontecer a execução da tarefa é prejudicada.

Independentemente do tempo definido para cada chunk, faça um intervalo entre eles. Mas cuidado com o tempo desse intervalo, pois se for muito longo pode fazer com que você tenha dificuldade para retomar o foco ao voltar para a execução das tarefas.

Para um chunk de 30 minutos, pare por 5, que é tempo suficiente para ir ao banheiro, tomar uma água ou um café, esticar as pernas e recomeçar.

Se você estiver trabalhando com períodos maiores de tempo para o chunk, então defina o tempo de intervalo de modo proporcional, que seria algo em torno de 15% do tempo do chunk.

Como definir o tempo ideal de um chunk

O tempo de um chunk pode variar entre 10 a 60 minutos, mas o tempo ideal vai depender da tarefa a ser realizada e da sua disponibilidade para a realização dela.

O ideal é que a média de tempo dos chunks fique abaixo de 30 minutos, uma vez que não deve haver interrupção durante a execução de um chunk. Mas se a energia for boa, assim como o foco e a motivação, aumente o tempo dos chunks para algo entre 40 e 60 minutos.

Com o tempo você encontrará o ritmo ideal de trabalho, facilitando a definição do tempo de duração de cada chunk.

Não existe uma regra dizendo onde é certo e errado aplicar a Técnica Chunking, o que precisa haver é a sensibilidade para definir se ela é a melhor opção para o tipo de tarefa e o momento.

Sendo ela uma técnica flexível, seja flexível você também na hora de definir as tarefas, o tempo dedicado para cada uma e qual a técnica a ser utilizada.

Siga a gente nas redes sociais!

Facebook: /pmtotal
Instagram: @pm.total
Linkedin: /pmtotal
www.pmtotal.com.br